Viciados em Resultados

AltGrupo
AltGrupo

5 métricas do Google AdWords para ficar de olho

21/09/2016 Por: Alexandre Fattori

Uma das grandes vantagens de investir em marketing digital é a facilidade de medir e analisar os resultados obtidos. Por exemplo, existem diversas métricas do Google AdWords que ajudam a avaliar uma campanha feita.

No texto de hoje, vou mostrar as 5 principais métricas do AdWords que melhor descrevem uma campanha e que vão ajudar a melhorar os resultados obtidos a partir de agora. Continue lendo para saber mais!

1. CTR

Uma das métricas do Google AdWords que eu mais gosto de acompanhar em campanhas é o CTR. A sigla CTR vem do inglês Click Through Rate, que seria algo como Taxa de Cliques em uma tradução bem livre.

Basicamente, o CTR mede a relação entre cliques e visualizações que seu anúncio teve. Se uma campanha teve 500 visualizações e 250 cliques, então, teve um excepcional CTR de 50%. Da mesma forma, se outra campanha teve 100 visualizações e apenas 5 cliques, teve um CTR de 5%.

O que o CTR faz é avisar pra você e para o Google quão efetivo o seu anúncio é em fazer o consumidor clicar. Se o anúncio fosse uma promessa, o CTR avalia o quão boa é essa promessa ao mostrar a taxa de pessoas que está acreditando nela. Não existe uma CTR universal para avaliar as campanhas, elas variam de acordo com a posição do anúncio nos resultados de buscas. Quanto mais alta a posição, melhor a CTR.  Abaixo, confira a estimativa de CTR por posição nos resultados de busca do Google:

  • Posição 1: CTR 6%+
  • Posição 2: CTR 4-5%
  • Posição 3: CTR 2-3%
  • Posição 4: CTR 1-2%

2. Taxa de Rejeição

Se o CTR avalia o quão boa é a sua promessa, a Taxa de Rejeição é a métrica que avalia se você cumpre ou não o prometido. Depois que as pessoas clicam no anúncio, elas precisam ficar ali ou tomar alguma ação (assinar algo, comprar um produto). Se elas entram e saem logo em seguida, o Google entende isso como uma rejeição.

Ou seja: a pessoa entrou e rejeitou o que estava ali, saindo para procurar novamente. Esse comportamento diz para o Google que o seu conteúdo não é o que a pessoa procurava. Se a sua Taxa de Rejeição for alta, o Google entenderá que seu anúncio não corresponde ao conteúdo oferecido ou que o conteúdo não é bom o bastante e seus custos aumentarão. Confira abaixo uma estimativa de taxa de rejeição por tipo de site:

  • Landing Page: 70 a 90% de taxa de rejeição
  • Blog: 70 a 90% de taxa de rejeição
  • Portais: 10 a 30% de taxa de rejeição
  • Geração de Leads: 30 a 50% de taxa de rejeição
  • Sites de Serviço: 30 a 50% de taxa de rejeição

3. Custo de Conversão

O Custo de Conversão é uma métrica do Google AdWords essencial para o controle financeiro das suas campanhas, bem como para o planejamento das próximas ações. Essa métrica diz quanto custa, em média, para converter um consumidor para uma ação específica (assinar uma newsletter, comprar um produto) para determinada campanha.

Quanto maior o custo, maior o seu gasto com a campanha. Ao mesmo tempo, essa métrica é influenciada pelo CTR e pela Taxa de Rejeição: quanto maior o CTR e menor a Taxa de Rejeição, menor é o Custo de Conversão.

4. Índice de Qualidade

O Índice de Qualidade é uma métrica que fala pouco sobre como foi desempenho do seu anúncio no Google AdWords, mas sim sobre como ele será. O Índice de Qualidade é uma espécie de “avaliação” que o Google faz do seu anúncio e, com base nessa avaliação, dá preferência ao seu anúncio no leilão do AdWords.

Para o Google, o foco principal tem que ser a experiência do usuário e, quanto melhor o anúncio, mais destaque ele terá. Ao mesmo tempo, o Índice de Qualidade dá dicas do que melhorar na sua campanha para otimizá-la. É como ter uma aula com o próprio Google: melhor do que isso é difícil, concorda?

5. CPC

Por fim, chegamos ao CPC, o Custo por Clique. Essa é uma métrica que eu gosto muito e que se parece bastante com o Custo por Conversão. A diferença aqui é que o Custo por Clique pode ser orientado por você na hora de montar o anúncio, ao determinar o valor máximo pago por clique.

Essa é uma boa métrica para avaliar se você está fazendo tudo certo: todos os elementos citados aqui influenciam no CPC e, quanto mais otimizados, menor será o seu Custo por Clique.

Essas são as 5 métricas do Google AdWords que eu mais gosto e considero as mais importantes. Ficando de olho nelas, sinto que estou “protegido” nas minhas campanhas. Se você quiser receber mais dicas de valor como essa, assine já nossa newsletter!

Alexandre Fattori
Sobre o Autor

Alexandre Fattori

Google Plus
Publicitário formado pela ESPM, pós-graduado em marketing pela FGV, especialização em marketing pela Irvine University of California. Sócio da Alt e consultor de marketing do SEBRAE e, acima de tudo, apaixonado por Marketing digital.

Comentários

comments powered by Disqus

Mais Posts

ALT Grupo

Av. Cristovão Colombo, 2156/303
Bairro Floresta - Porto Alegre/RS

ALT Blog