Viciados em Resultados

AltGrupo
AltGrupo

3 erros cometidos por corretores de imóveis no Whatsapp

26/01/2016 Por: Alexandre Fattori

O Whatsapp revolucionou a forma como me relaciono com as pessoas.

Hoje, considerada a maneira mais rápida de se comunicar, as mensagens instantâneas mudaram a maneira como todos nós nos portamos nas conversas e o que esperamos nos nossos relacionamentos, tanto pessoais, quanto de negócios.

E isso não seria diferente no trabalho de um corretor de imóveis.

O Whatsapp se tornou uma ótima ferramenta de comunicação entre o cliente e esse profissional, permitindo o envio de mensagens, ofertas e convites para seus empreendimentos, e diminuindo o tempo de resposta.

Mas muitos ainda cometem gafes e erros na hora de utilizar o aplicativo.

Por isso, elaborei uma lista dos principais erros cometidos por corretores de imóveis no Whatsapp, para te ajudar a fazer diferente e  garantir a eficácia da sua comunicação com os clientes!

Erros de português

Um exemplo grave e bem comum são erros de ortografia. Um dos males da internet e das conversas virtuais é a preguiça de escrever corretamente e, por causa dela, muitas vezes abreviamos palavras ou não pontuamos frases da maneira certa.

Porém, quando um corretor envia uma mensagem mal escrita para seu cliente, certamente estará atrapalhando a compreensão da mensagem.

Isso pode, eventualmente, atrapalhar em alguma negociação ou, até mesmo, fazer o cliente perder a confiança, visto que não passa uma boa imagem profissional para ele.

Falta de cuidado com o conteúdo compartilhado

O Whatsapp dos seus clientes deve ser usado apenas para fins profissionais.

Muitos corretores cometem o erro de compartilhar fotos e vídeos que não possuem relação com o negócio (como mensagens de bom dia ou vídeos engraçados), achando que assim ganharão a simpatia dos clientes.

Porém, muitos não se sentem à vontade com esse tipo de coisa, sendo de bom tom que isso seja evitado.

Adicionar o contato dos clientes em grupos sem pedir permissão a eles também pode causar desconforto e estragar a relação.

corretor chato

Falta de objetividade

Mandar informações picadas, acumulando muitas mensagens no celular do cliente também é um erro comum.

O ideal é reunir todas as informações em um texto único antes de compartilhá-las, garantindo coerência à sua fala e facilitando a leitura por parte do seu cliente.

Mantendo a objetividade, é possível evitar desencontros, além de ter tudo registrado, facilitando bastante o contato com cada um deles.

Não avaliar o perfil do seu cliente também pode atrapalhar o uso da ferramenta.

Muitos não estão ainda familiarizados com as mensagens instantâneas e talvez prefiram outros meios de comunicação.

Esteja atento a isso para que sua mensagem seja transmitida da melhor maneira possível para que você não crie uma imagem de “corretor inconveniente”.

O Whatsapp surge como uma ótima solução para apresentar um atendimento personalizado e individualizado.

Se você ainda não utiliza o aplicativo, passe a usá-lo como ferramenta de trabalho no seu dia a dia, enviando imagens dos empreendimentos de acordo com o perfil de cada um dos seus clientes.

O aplicativo oferece ainda a possibilidade de criar listas de transmissões, permitindo o envio da mesma mensagem para vários contatos ao mesmo tempo.

Isso pode facilitar a divulgação de determinado empreendimento para clientes com o mesmo perfil, por exemplo.

Corretores de imóveis no Whatsapp devem sempre ter cautela, garantindo assertividade nas suas mensagens!

Você já utiliza dessa ferramenta? Já teve alguma experiência bacana? Compartilhe aqui nos comentários!

site-para-imobiliaria

Alexandre Fattori
Sobre o Autor

Alexandre Fattori

Google Plus
Publicitário formado pela ESPM, pós-graduado em marketing pela FGV, especialização em marketing pela Irvine University of California. Sócio da Alt e consultor de marketing do SEBRAE e, acima de tudo, apaixonado por Marketing digital.

Comentários

comments powered by Disqus

Mais Posts

ALT Grupo

Av. Cristovão Colombo, 2156/303
Bairro Floresta - Porto Alegre/RS

ALT Blog