Viciados em Resultados

AltGrupo
AltGrupo

Check-out do e-commerce: 5 dicas para não perder vendas

11/11/2016 Por: Alexandre Fattori

É comum irmos ao supermercado para comprarmos o que precisamos e, muitas vezes, vamos além do necessário. Isso já aconteceu com você? Nesse cenário, dificilmente, deixamos nossas compras abandonadas em algum canto e vamos embora quando nos aproximamos do caixa, certo?

O tamanho da fila pode até interferir na decisão de alguns, porém, se o estabelecimento oferece o suporte de mais gente atendendo, eles não arredam o pé. O que isso tem a ver com o check-out do e-commerce? Muita coisa.

A diferença é que no e-commerce, a chance de o usuário se distrair e abandonar o carrinho é bem maior. Ou seja, perder vendas na internet é algo corriqueiro, mas que pode ser melhorado com as estratégias eficientes nesse tipo de ambiente.

Quer saber como? Então, continue lendo!

1. Pergunte apenas o necessário

Em algumas lojas virtuais, a falta de um check-out transparente interfere na permanência dos usuários. Se isso acontece, a chance de vender escorre por entre os dedos. Pois, muita gente deixa de concluir a compra, justamente nas etapas que antecedem o pagamento.

Para isso, há soluções. E uma delas tem a ver com a extensão do formulário. Perguntas relacionadas ao perfil do cliente podem ser feitas utilizando outros métodos. Na hora de vender, as lacunas devem apresentar informações relevantes, como:

  • Nome;
  • E-mail;
  • Endereço;
  • Dados do cartão de crédito;
  • CPF;
  • Telefone.

2. Informe o cliente sobre a segurança da página

A desconfiança é um dos motivos que leva muita gente a deixar a compra pelo caminho — afinal, os riscos podem ser muitos. Por isso, destacar que o site possui um certificado de segurança melhora a possibilidade de conversão.

Para se ter uma ideia, no Brasil, essa taxa fica entre 1% e 1,5%. Dessa forma, faz-se necessário atrair os usuários com as táticas apropriadas, já que 70% desistem de seus carrinhos.

3. Reduza a quantidade de passos no check-out do e-commerce

Pode parecer clichê, mas dizer que menos passos significa mais vendas, é situar algo que é real e verdadeiro. Cada vez em que o cliente sai de uma página e é encaminhado para outra, a chance de abandono só cresce.

Hoje, existem plataformas que oferecem um layout mais limpo, com informações essenciais e isso tem facilitado a vida dos clientes e melhorado o faturamento das lojas virtuais.

4. Varie na forma de pagamento

Comprar com o cartão de crédito (de diferentes bandeiras) torna o processo mais ágil e, para quem vende, é a melhor opção, pois não dá margem para o cliente se arrepender posteriormente. No entanto, nem todo mundo pensa assim.

No Brasil, a “cultura do boleto” ainda é muito forte e incluir isso nas alternativas é uma forma de dar ao cliente o direito de optar pelo meio mais adequado às suas condições ou expectativas.

5. Evite distrações na página de pagamento

Finalmente, o cliente está do outro lado da tela prestes a finalizar a compra. Então, contribua para que essa decisão seja favorável. Nessa hora, o design ajuda muito, por isso, quanto mais limpo e intuitivo, melhor. Nada de itens desnecessários, como botão de “Voltar” e lacuna de busca, por exemplo. Mantenha só o que for necessário.

Essas são algumas das regrinhas de ouro que compensam quando o assunto tem a ver com as vendas nas lojas virtuais. Comece a praticá-las agora mesmo e depois faça um comparativo do antes e depois do checkout do e-commerce.

Para não restar dúvidas, descubra como não perder dinheiro, acertando no check-out. Combinado? Até a próxima.

Alexandre Fattori
Sobre o Autor

Alexandre Fattori

Google Plus
Publicitário formado pela ESPM, pós-graduado em marketing pela FGV, especialização em marketing pela Irvine University of California. Sócio da Alt e consultor de marketing do SEBRAE e, acima de tudo, apaixonado por Marketing digital.

Comentários

comments powered by Disqus

Mais Posts

ALT Grupo

Av. Cristovão Colombo, 2156/303
Bairro Floresta - Porto Alegre/RS

ALT Blog