5 erros que todo corretor de sucesso nunca comete

Um bom corretor de imóveis sabe que a excelência no atendimento pode ser capaz de concretizar muitas vendas e fazer com que o profissional se estabeleça e seja uma referência na profissão. Porém, a concorrência é grande nessa área e por isso é preciso se destacar e ter em mente que as necessidades dos clientes e as ofertas de imóveis estão em constante mudança. Para isso, se atualizar e evitar alguns erros comuns são fatores fundamentais. Apesar de ter consciência das características que um bom agente imobiliário deve ter, muitos ainda acabam cometendo alguns erros cruciais e comuns na hora de se relacionar com o cliente. No post de hoje, você vai ficar sabendo quais são esses erros e como fazer para evitá-los e fazer bons negócios. Confira!

1. Ignorar o que o cliente procura

Muitas vezes você tem diversos imóveis com as mesmas características e há uma pressão para vender ou alugar a maioria deles. Porém, é preciso ter cuidado para não oferecer um imóvel que não é compatível com o que o seu cliente busca. Se for pedido, por exemplo, um apartamento de dois quartos com lavanderia e lazer no prédio, você pode até oferecer um imóvel com uma ou outra característica diferente do que foi pedido, mas, ao receber uma negativa, atente-se e passe a enviar opções restringindo-se ao que foi solicitado.

2. Falar demais ou de menos

É preciso encontrar um equilíbrio entre o excesso de informação e a ausência dela. Repetir muitas vezes os benefícios de algum detalhe do apartamento, falar excessivamente sobre as vantagens daquela localização ou não dar um tempo para que o cliente reflita sozinho sobre o imóvel pode comprometer a concretização do negócio. Ao mesmo tempo, falar pouco, não dar detalhes sobre o local e ficar em silêncio, apenas respondendo perguntas, também pode afastar o cliente, que presume que o lugar que você está oferecendo não tem muitos benefícios ou tem algum problema. É imprescindível saber a hora de falar e a hora de dar espaço para que o cliente decida se quer ou não ficar com o imóvel.

3. Ser insistente

Não seja o tipo de corretor de imóveis que liga todos os dias para saber se o cliente vai fechar negócio. A ideia é que o profissional seja ágil nas respostas, mas que aguarde que o interessado entre em contato. Ligações e mensagens frequentes podem sugerir que você está desesperado para fazer a venda ou a locação.

4. Não estar disponível

Se seu cliente mandou uma mensagem ou um e-mail, o ideal é que ela seja respondida em poucas horas. Uma característica primordial para um corretor de imóveis é a disponibilidade e a rapidez com que responde seus clientes. Estar sempre disponível é um passo importante para concretizar vendas e conseguir mais sucesso na profissão.

5. Não se preparar para apresentar o imóvel

Não é preciso saber tudo sobre o imóvel que você irá apresentar. Porém, conhecer as vantagens e benefícios do lugar é essencial para deixar o cliente satisfeito e informado sobre o que ele deseja adquirir. Todo conhecimento que você possui sobre corretagem e sobre os imóveis que têm disponível será um diferencial que fará com que você se destaque na profissão. Entender um pouco de arquitetura, de contratos e de Direito Imobiliário pode ajudar você a impressionar o cliente, passando maior segurança ao fechar o negócio. O corretor imobiliário é a ponte entre o sonho do cliente e sua concretização. Por isso, é importante sempre ter equilíbrio nas ações, ser coerente e não exagerar na hora de cobrar respostas, além de ter conhecimento sobre o que se está vendendo. Dessa forma, o sucesso na profissão é garantido! Agora que você já sabe quais são os erros mais comuns dos corretores e como ficar longe deles, que tal saber um pouco mais sobre as estratégias de vendas das grandes imobiliárias e se especializar ainda mais sobre o assunto?

Análise gratuita da sua
performance digital

Receba uma análise sem custo da performance da suas campanhas
de Google Ads, Facebook Ads, Redes Sociais ou Website.

Recomendaremos ações e sugestões de melhoria.