Black Hat SEO: evite esse técnica se quiser construir uma boa reputação online

Uma das estratégias mais utilizadas em marketing digital para atrair visitantes para um site é o SEO, ou otimização para mecanismos de busca (do inglês, Search Engine Optimization). Essas práticas são recomendadas pelos próprios sites de busca, mas precisam seguir algumas regras. É nesse contexto que separamos os profissionais de SEO em dois: os que seguem as regras (White Hat SEO) e os que burlam elas (Black Hat SEO). Neste post, vamos entender o que é Black Hat SEO e por que você precisa evitar essa prática para construir uma boa reputação online!

O que é Black Hat SEO?

As técnicas de Black Hat SEO têm a finalidade de enganar mecanismos de busca, como o Google e o Bing, a fim de melhorar o posicionamento de uma página web nesses sites. O problema é que o maior prejudicado é o usuário, que acaba visualizando um conteúdo duvidoso e tendo uma péssima experiência. Enquanto isso, as técnicas de White Hat SEO são utilizadas tendo o usuário em mente, proporcionando um conteúdo de qualidade e uma experiência agradável. E sempre de acordo com as diretrizes dos buscadores.

Quais são as principais técnicas de Black Hat SEO?

É importante conhecermos algumas técnicas de Black Hat SEO para identificarmos um trabalho mal executado com nosso site e nunca permitirmos que implementem algo parecido. Acompanhe!

Keyword Stuffing

Keyword stuffing É a repetição forçada de palavras-chave em uma página para induzir o mecanismo de busca a achar que aquele conteúdo é relevante para aqueles termos.

Cloaking

Cloaking é quando o conteúdo que aparece para o usuário é diferente do conteúdo que o mecanismo de busca analisa. Por exemplo, imagine que você procura por uma loja online que venda livros. Nos resultados da pesquisa, o título e a descrição de uma página chamam a sua atenção e você clica. Porém, quando a página carrega, aparecem informações sobre remédios e anúncios oferecendo esses medicamentos. O site de busca mostrou um conteúdo e você visualizou outro.

Texto oculto

Ocorre quando uma página tem conteúdo que o mecanismo de busca consegue ler, mas o usuário não. Dois exemplos são: texto propositalmente colocado atrás de imagens e texto branco em fundo branco.

Troca de links

troca de links Um dos fatores que os mecanismos de busca levam em conta para definirem o posicionamento de uma página web é a quantidade (e qualidade) de links de outros sites para aquela página. Sabendo disso, algumas pessoas fazem a troca de links — "se eu colocar um link para o seu site você coloca um link para o meu".

Comment spam

Incluir comentários com um link para o seu site por toda a web (fóruns, blogs e outros websites). Esses comentários não têm nada a acrescentar ao tema das páginas em que foram incluídos e têm como único objetivo gerar mais links para um dado site.

Quais as consequências de utilizar Black Hat SEO?

O intuito dos mecanismos de busca é entregar os resultados mais relevantes e que ofereçam a melhor experiência para o usuário. Por isso, estão constantemente atualizando seus algoritmos para que páginas construídas com práticas de Black Hat SEO jamais ocupem as primeiras posições. Sites que utilizam essas técnicas podem ser banidos permanentemente dos resultados de busca, pois são vistos como spammers e trapaceiros pelos buscadores. Seu site é a representação da sua marca online, portanto, usar práticas de Black Hat SEO não vale a pena. Se você quiser evitar esses problemas e investir em SEO com tranquilidade, o mais indicado é contratar uma agência especializada em gerar leads e conseguir mais conversões. E então, percebeu a importância de saber mais sobre Black Hat SEO? Agora que você já conhece melhor o assunto, sugerimos a leitura sobre erros que impedem seu site de aparecer na primeira página do Google. Até a próxima!

Análise gratuita da sua
performance digital

Receba uma análise sem custo da performance da suas campanhas
de Google Ads, Facebook Ads, Redes Sociais ou Website.

Recomendaremos ações e sugestões de melhoria.