O que é o RD Station?

rd station-min

O RD é um poderoso software de automação de marketing e vendas.

Ele possui como foco, automatizar o funil de vendas do inbound marketing.

Mas além disso, através do software, é possível obter relatórios ricos e precisos, fornecendo informações como de onde vêm os visitantes, leads, oportunidades e vendas da sua empresa.

É válido ressaltar que ele foi concebido e desenvolvimento pela empresa Resultados Digitais, que atualmente é a maior autoridade no país quando se trata de marketing de relacionamento, e portanto, possui altíssima credibilidade.

O que é importante ter e fazer para que o Software possa ser utilizado da melhor maneira?

- Site (de preferência wordpress), para que possa se fazer edições de forma prática e simples quando necessário, além de também possuir diversos plugins de qualidade;

- Marketing de Conteúdo, muito importante para atrair clientes interessados pelos produtos e/ou serviços oferecidos pela empresa;

- Verba para anúncios, sejam eles veiculados através do Google ou do Facebook, para que você tenha um resultado também no curto prazo;

- CRM de vendas (Costumer relationship manager), software que ajuda as empresas a acompanhar as oportunidades de venda, ter a máxima produtividade e vender mais e melhor;

- Uma (ou mais) pessoas especializadas em vendas, para que elas possam abordar e posteriormente transformar esses leads em clientes efetivos da empresa.

Devo usar a ferramenta?

A resposta rápida é sim.

Mas é preciso entender se a sua empresa possui os requisitos citados acima, caso contrário, você correrá o risco de pagar caro por um disparador de emails de luxo.

Quem utiliza o RD Station sempre:
- Se dispõe a fazer diferente, a entrar e se beneficiar do “mundodigital.
- Gera Leads-> Se dispõem a gerar um ativo de marketing e a aumentar a rede de pessoas interessadas em ouvir a sua marca
- Constrói um funil de vendas. Com o RD, já no dashboard você tem essa informação e consegue começar a compreender melhor sobre o funil de vendas da sua empresa.

E como administrar o RD Station?

Idealmente alguém ligado e/ou que tenha conhecimento sobre marketing.

Não há como precisar um número mínimo de horas para utilizá-lo.

Mas basicamente, quanto mais tempo envolvido com a ferramenta (no ínicio) for possível, melhor.

Após a maioria dos ajustes necessários terem sido feitos, consequentemente será necessário utilizar muito menos tempo.

As atividades dentro dela que necessitarão de mais tempo, são as seguintes: criação de uma landing page, uma peça de e-mail ou uma nutrição de leads.

É importante ressaltar que outras atividades fora da ferramenta (mas que se relacionam com ela), também exigirão tempo, como a criação de conteúdo, por exemplo.

Também é importante que a análise dos relatórios seja feita de maneira correta e detalhista, portanto, também exige tempo para que seja bem executada.

Como contratar e quais são os planos existentes?

A contratação pode ser feita através dos consultores da Resultados Digitais, neste link: https://www.rdstation.com/precos/ ou através de uma agência parceria, como a Altgrupo.

Caso você contrate direto pela Resultados Digitais, será necessário contratar a consultoria Engage para ativação da plataforma a um custo que poderia chegar a R$ 2.000,00.

Contratando a plataforma através de uma agência parceria, você não tem este custo.

O Plano Light oferece o mínimo: formas de atrair Leads (Landing Pages e Pop-ups), gestão básica desses Leads, e-mail marketing e sequência de e-mails.Se você estiver indo pelo “vou fazer eu mesmo” ou está começando devagar, pode ser o plano ideal.

O Plano Basic vai um pouco mais além: suporta agendamentos em mídias sociais, otimização de SEO e painel de palavras-chave. Diferente do plano Light, ele permite a criação do funil de Inbound, que é fundamental para começar a analisar resultados com maior precisão.

No Plano PRO já temos outras features mais avançadas, como a Automação de Marketing completa, Segmentação avançada, Lead Scoring, Lead Tracking e Teste A/B em Landing Pages e E-mails, e mais integrações com outras soluções.

O último plano é o Plano Enterprise que tem como feature destaque o BI ou Business Intelligence. Em resumo, é o que possibilita entender a fundo como cada ação gerou resultados em vendas.

Cada plano possui suas especificidades, e atendem as mais diversas demandas de cada tipo de empresa/cliente que o contrata.

Além disso, é necessário definir quanto espaço será necessário para sua base de leads.

O primeiro plano é para até 5.000 Leads. Quanto maior for a base, maior será o preço.

O RD Station não funciona sozinho!

Por mais que seja um ótimo software de marketing e vendas, ele não “faz” tudo para você.

É muito importante que aliado a ele, você tenha o auxílio de um freelancer ou agência especializada na plataforma e em Inbound Marketing.

Com isso, será possível extrair o melhor do software, sem grandes empecilhos.

Também é importante ressaltar que a criação e manutenção de conteúdo relevante é essencial para a estratégia.

Como implementar o RD Station?

Primeiro, é recomendado que seu site esteja integrado ao Google Analytics, pois é ele que passará as informações necessárias para que seus relatórios sejam gerados.

Como fazer isso na ferramenta?

Assim: basta acessar o nome da sua empresa no canto superior direito, ir em conta, e ali mesmo em Visão Geral, buscar “conectar o RD com a sua conta do G.A.”

Nessa mesma página você também pode (e deve) vincular as demais páginas de sua empresa (Facebook, Twitter e Linkedin), além de fazer um cadastro de “CNAME” no servidor, para landing pages e e-mail marketing.

Essas landing pages podem ser criadas dentro do próprio RD Station, através de modelos pré-estabelecidos, mas é importante ressaltar que inicialmente elas ficam configuradas como a URL do RD Station.

Para modificar a URL, basta você acessar o servidor do seu site, fazer uma configuração simples, de CNAME, apontando para o RD, e assim toda Landing Page criada no software ficará como você deseja.

Para configurar o e-mail marketing, basta acessar o ícone contas, ir em “configurações” e usar as duas opções “Landing Pages” e “E-mail Marketing”. Existe um passo a passo dentro de cada página explicando como proceder. Caso haja dificuldade, é necessário pedir auxílio para um programador, da empresa que criou o seu site, ou abrir um chamado no servidor do seu site.

Subindo a base de clientes

A base de clientes é onde estão todos os leads que entraram e entram em contato com a sua empresa.

É importante lembrar que o tamanho dela terá como base o plano que você utilizar, portanto tenha cuidado, avalie criteriosamente se aquele lead vale ou não para ser colocado nesta lista preciosa.

Para saber quantos leads já estão cadastrados, é necessário clicar em “Relacionar > Base de Leads” e você encontrará o número de Leads logo abaixo do botão “Inserir Lead”. 

Conforme a imagem acima.

Já para importar os leads para o RD, o “caminho” é parecido: “Relacionar > Base de Leads” e utilizar o botão importar Leads.

Depois de utilizar a opção Importar Leads (encontre essa opção na seta do botão “inserir Lead”), na próxima tela você faz o upload do arquivo da lista, aceita os termos de condição, valida os campos do arquivo com os campos disponíveis no RD (já prontos ou que você mesmo cadastrou) e por fim chega na parte de registrar a conversão de todos os Leads ou só quem é novo (nunca esteve no RD).

Vale ressaltar que sempre que subir uma base no RD, selecione a opção para registrar todos os Leads, mas coloque uma data anterior.

Colocar uma data antiga é importante para que a importação não afete os gráficos do seu mês vigente, já que importar Leads não é conquistar Leads.

Se não fizer isso, poderá parecer que você teve um mês fantástico de aquisição de Leads, quando na verdade isso ocorreu por causa de uma importação de base mal feita.

Padronizando Landing Pages e Modelos de Email

Localizados no menu “Converter” do RD Station, estão diversos modelos de Landing Pages e E-mail Marketing, separados inclusive por segmentação de atuação.

Se lhe for útil, sem dúvida pode utilizar algum destes modelos, mas aconselhamos que você crie seus próprios modelos, principalmente para poder criar padrões mais úteis para você ou sua empresa, que no final acabarão lhe poupando tempo e dinheiro.

Tanto Landing Pages quanto E-mail marketing possuem funcionalidades diferentes, e portanto, devem ser configurados de maneira correta e eficiente.

É importante que os “rascunhos” não sejam publicados, mas que estejam prontos dentro da ferramente para serem posteriormente editados e publicados pelos profissionais do marketing.

Também é importante deixar modelos padrão de e-mail marketing preparados para serem utilizados no dia-a-dia, através do marketing de relacionamento de sua empresa.

Normalmente, o layout do e-mail já está pronto, mas é essencial desenvolver elementos de design, como imagem de fundo, estilo de botões, ícones para redes sociais, entre outros.

Para gerar e cadastrar este modelo no RD, basta ir em “Relacionar > E-mail”. Você irá ver um botão azul “criar e-mail”, basta clicar nele.

Após terminar a edição necessária, clique na opção “salvar e não enviar”. Assim ficam artes “esqueleto” prontas e separadas na aba “Rascunhos”, para o marketing só duplicar quando for necessário utilizar elas.

Após estas edições, tanto de landing pages quanto do e-mail marketing, não será necessário retomar a questão de layout. Isso só se tornará relevante se houver um novo layout ou identidade para ser criado, ou caso exista alguma comunicação muito diferenciada das que convencionalmente estava usando.

Integrando Site e RD Station

Nesta etapa, configuramos para que todos os formulários de seu site sejam enviados para o RD Station.

Esses formulários de contato além de serem enviados para a plataforma, também serão classificados entre “lead”, “lead qualificado”, “oportunidade” e “vendas”.

A integração idealmente será feita feita por um programador ou pela empresa que criou seu site, e de preferência, através do Wordpress, em razão de toda facilidade e praticidade que ele proporciona para tal ação.

Caso seja necessário, aqui está o link para o suporte sobre como realizar a integração: https://bit.ly/IntegraçãoRDStation

Funcionalidades

Após realizar todos os processos citados anteriormente, você estará preparado para utilizar e usufruir das melhores funcionalidades do RD Station. Iremos explicar o que você encontra em cada uma, e o que há de importante nelas.

- Dashboard: um painel de comando, no estilo de resumo, com números e dados relevantes sobre seus leads, páginas, conversões.

Nele, também existe uma ferramente chamada “Planos de Sucesso”, onde você pode criar suas atividades ou usar algum plano estabelecido e testado pelo RD.

- Atrair: nele, você encontra as opções de “postagens em mídias sociais”, “painel de palavras-chave”, “otimização de páginas (SEO)” e “ferramentas para blog”.

Cada uma possui uma funcionalidade específica, mas iremos nos aprofundar em “postagens em mídias sociais” e “otimização de páginas”, que provavelmente serão as que você mais utilizará. Através dela é possível visualizar todas as postagens programadas, assim como datas que podem ser importantes para o seu negócio.

Além disso, é possível fazer a avaliação de resultados, onde se pode selecionar pela Rede Social, verificar alcance, curtidas, retweets, comentários, compartilhamentos e, principalmente, se uma postagem específica gerou Leads.

E também é importante ressaltar que, através dela, você pode agendar suas publicações, e portanto, não precisa manualmente fazer uma por uma em data e horários relevantes, basta deixá-las programadas.

Já com a ferramenta “otimização de páginas”, será possível verificar se uma página está bem otimizada para uma determinada keyword.

É feita uma varredura no site para verificar se as orientações de SEO On Page indicadas estão conferindo com o que você criou.

Após realizar essa varredura, ele dá uma nota (até 10), que mostra o quanto ainda falta para otimizar a sua página.

E não é apenas um relatório, o RD disponibiliza orientações para recomendação nestes relatórios, desta maneira, deixando muito mais prático e simples o que precisa ser ajustado na página.

Criando Landing Pages

Através de landing pages, juntamente com o conteúdo interessante e relevante, você captará seus futuros clientes.

Portanto, ter estas páginas feitas de maneira correta e intuitiva é essencial. Iremos nos focar em alguns “tipos” de landing pages que você pode criar e o que cada um deles pode ter de benéfico para você.

Por primeiro de tudo, é necessário salientar que é essencial a utilização de um material relevante, de interesse para que seu possível lead deixe informações em um formulário.

Esse material não possui um padrão específico, podem ser webinars, infográficos, ebooks ou outro material que seja relevante para seus possíveis leads.

Além disso, também é importante então a diversidade de tipos de landing pages, afinal, você possui tipos de tráfego diferentes, e portanto, não há razão para utilizar uma única landing page para todos os seus leads (que estão em níveis diferentes).

A principal página é a de conversão, que é a primeira que deverá ser criada.

Através dela, sua função será entender o novo contato, de preferência sendo possível qualificar ele posteriormente.

Tendo isso em vista, esta landing page mostra uma oferta, e o formulário para ela deve ser simples, possuindo em sua maioria apenas perguntas fechadas (com respostas pré-estabelecidas).

Os leads que passarem dela, deverão ser direcionados para a landing page de agradecimento.

Email Marketing, Google Ads, Redes Sociais e o site do cliente devem apontar para ela.

Ela tem como principal função agradecer o lead por ter preenchido o formulário, além de disponibilizar o conteúdo ofertado para o mesmo.

É necessário adicionar os códigos do Google Ads (para registrar a conversão) nesta página, e além disso, incluir uma segunda chamada, de forma mais assertiva, para solicitar um atendimento, preferencialmente utilizando um vídeo explicativo ou algo do gênero.

Portanto, a página de agradecimento possui 2 principais funções: entregar o material ofertado na landing page de conversão e “mostrar” o caminho para o lead que já está mais próximo do momento de compra e demanda um atendimento.

Quando estas páginas estiverem prontas e devidamente configuradas, lembre-se de testar as mesmas apenas com você e mais alguma outra pessoa que você queira convidar.

Nunca publique as landing pages sem fazer os devidos testes para ter certeza de que está tudo certo.

Também é importante que haja uma padronização da nomenclatura, dessa maneira, coibindo possíveis problemas que poderiam ocorrer caso não estejam corretamente padronizadas.

Entendendo as Landing Pages

Acessando o menu “converter” > “landing pages”, você visualiza todas as landing pages que você já criou.

Além disso, clicando em cima do nome da landing page de seu interesse, você pode ver as estatísticas de conversão dela. Em relação a taxa de conversão, não há uma média específica, afinal cada landing page possuí um propósito e um produto ou serviço segmentado para determinado nicho.

Tendo isso em vista, consideramos que uma taxa de conversão entre 10% até 20%, para material indireto (algo que ensina sobre algo de seu mercado), seja uma boa taxa de conversão. De qualquer maneira, vale ressaltar que quanto maior a taxa de conversão estiver, melhor.

Formulários e Pop Ups

Dentro do mesmo menu “converter”, estão formulários e pop ups, respectivamente.

Na parte de formulários, você pode criar os seus, e isso inclui ajustar o formato, os campos e até gerar o código dele, para posteriormente adicioná-lo na página de interesse de seu site.

É importante relembrar que os formulários criados no RD já são totalmente integrados com o software.

A criação é simples e intuitiva e é dividida da seguinte maneira: “Modelo”, “Conteúdo”, “Formulário”, “Aparência”, “Configurações” e “Publicação

Já os pop ups, que são aquelas mensagens que “saltam” na tela, podem ser configurados tanto para aparecer no final da página (depois do visitante navegar 50% ou mais da página) ou também pode ser um que aparece durante a navegação, normalmente no meio da página (o pop up de rolagem).

Caso queira, também é possível utilizar pop ups que contém um formulário ou de redirecionamento (que levam para outra página).

Assim como as landing pages, você terá diversas opções de como e o que editar, também em sua maioria de forma simples e intuitiva.

Campos Personalizados

Os campos personalizados, localizados no menu “converter > campos personalizados”, proporcionam gerar perguntas personalizadas em seus formulários e landing pages.

Novamente, é extremamente importante ter cuidado com a nomenclatura das mesmas (padronizar), e além disso, sempre deixar claro no nome da pergunta se ela é fechada, uma opção de respostas ou se ela é aberta (a pessoa é livre para escrever a resposta). Isso será de grande valor para quando for necessário organizar os leads.

Criador de Email Marketing

Localizado no menu “relacionar > e-mail”, esta ferramenta possibilita criar e programar o envio de e-mails de marketing para todos os seus leads. Ela é dividida em 4 partes: enviadas, agendadas, rascunhos e modelos/fluxo de automação.

Para criar um e-mail novo, basta clicar no canto superior direito, em criar e-mail. A criação é dividida em 5 etapas:

Modelo - Consiste em escolher um modelo para o e-mail, que será disponibilizado pelo próprio RD.

Conteúdo - Onde você irá escrever tudo que for necessário para tornar seu e-mail relevante para seus leads, de forma organizada e coesa.

Destinatários - Nesta etapa, você escolherá para quais leads quer enviar. Se é para toda base, apenas para alguns leads em específico, etc. O ideal é utilizar listas de segmentação, caso não queira enviar para toda base de leads.

Resumo - O RD fornece informações referentes a tudo que foi feito até então. A principal funcionalidade desta etapa é a revisão, para que você não finalize e envie o e-mail com um ou mais erros para seus leads. É essencial revisar tudo, inclusive o texto simples (plain-text), pois se por um acaso a imagem que estiver no seu e-mail não carregar, irá aparecer apenas este texto para o lead. Deixá-lo configurado corretamente fará com que seu e-mail tenha muito menos chance de “cair” como SPAM.

Envio - Como o nome já sugere é o envio do e-mail. Você terá 3 opções: “Salvar e Sair”, “Agendar o disparo” ou “Enviar agora”.

Base de Leads - CRM

Entrando no menu “relacionar > base de leads”, você encontrará todos os seus contatos, gerados ou importados. Nesta ferramenta, você poderá fazer buscas específicas ou amplas de seus leads, assim como terá a possibilidade de abrir a “ficha” de cada um de seus leads, e sinalizar eles com um “marcar venda” ou “marcar oportunidade”. No perfil do lead, também há a opção de editar as informações dele (caso seja necessário).
É importante lembrar que, para realizar corretamente essa sinalização de “venda” ou “oportunidade”, é necessário compreender qual o “nível” do lead, que podem ser divididos da seguinte maneira:

Lead - Qualquer contato que entrou na sua base (preenchendo um formulário integrado, você adicionando manualmente as informações ou importando uma Lista).
Lead Qualificado - É preciso ser definido préviamente pela empresa. Normalmente um lead qualificado é o que tenha um perfil próximo do da Persona da empresa;
Lead Oportunidade - Um lead que a pessoa de vendas estará abordando, promovendo uma solução para o mesmo. Se você é um e-commerce, pode ser alguém que começou um carrinho, mas não finalizou a compra, por exemplo;
Venda (cliente) - É o Lead que já comprou anteriormente de você ou de sua empresa, e atualmente se encontra no estágio de retenção

O CRM da RD é ótimo, mas existem também outras ótimas opções como o Pipedrive e o Salesforce.

Agora, se você quiser saber ainda mais sobre o RD Station e como utilizar esta ferramenta na sua estratégia, deixe seu contato na caixa de texto ao final da página e lhe forneceremos mais informações gratuitamente!


Análise gratuita da sua
performance digital

Receba uma análise sem custo da performance da suas campanhas
de Google Ads, Facebook Ads, Redes Sociais ou Website.

Recomendaremos ações e sugestões de melhoria.