Como montar a persona da minha empresa

persona-min

Muito se ouve por aí sobre as famosas personas. Mas você sabe exatamente o que ela significa e como criar a da sua marca ou empresa?

Quando criamos ou lançamos um produto, precisamos saber quem de fato são nossos futuros compradores.

Esse conhecimento é fundamental para otimizar os resultados e criar um conteúdo assertivo.

Afinal, é notório que atualmente ganham destaque as empresas que se preocupam em entregar valor para suas audiências.

A lógica é simples, sem mistérios: não faz sentido criar conteúdo que não dialoga com o comprador. Já parou para pensar que quando isso acontece, eles dificilmente se sentirão atraídos e portanto não fecharão negócio com você?

Por isso, já adiantamos antes mesmo de começar o nosso artigo: na hora de trabalhar marketing de conteúdo, a chave para o sucesso é estudar boas estratégias para que seu produto ou serviço chegue ao cliente da melhor forma possível.

Aí entra a persona. Vamos entender melhor? Siga a leitura!

Conteúdo deste artigo

O que é persona?
Na prática, para que serve uma persona?
Como posso montar uma persona?
Como aplicar a persona em uma estratégia de marketing?
Conclusão

O que é persona?

Sabe aquela história de “pensar com a cabeça do cliente”? É exatamente este o ponto: sentir a “dor” do cliente.

A persona é basicamente uma síntese do perfil do comprador ideal, devendo reunir características, desejos e hábitos dos seus clientes reais.

Com base nestas informações, fica mais fácil partir para estratégias seguras, embasadas na realidade e com teor que realmente interessa ao cliente.

A propósito, de acordo com o Hubspot, 83,9% das empresas que usam o marketing de conteúdo de forma eficaz veem melhora na qualidade de leads em até 7 meses.

Ou seja, não há escapatória. É com conteúdo que se ganha o cliente online!

Mas voltando, em outras palavras, a persona (avatar ou buyer persona) pode ser encarada como uma representação semificcional de seu cliente. Ficou complicado? Não se preocupe. Vamos clarear as ideias.

Na prática, para que serve uma persona?

Uma persona é uma pessoa de verdade passada para o papel. Não se trata de um personagem fictício porque aquele perfil existe verdadeiramente.

Criar uma persona significa ter ideias mais claras e fiéis. É um raio-X do seu cliente, aquela pessoa que se interessa pelo seu produto ou serviço.

Munido destas informações, você consegue encontrar o tom perfeito para interagir com as pessoas, podendo inclusive pensar em ferramentas, cores e layouts muito mais personalizados.

Existe diferença entre persona e público-alvo?

Sim! Esta é uma dúvida recorrente. Ambos têm conceitos parecidos, mas eles não são sinônimos.

O público-alvo é uma representação mais ampla dos clientes aos quais se visa atingir. Isto significa que ele é composto por um segmento da sociedade com características em comum.

Para definir o público-alvo, podem ser utilizados critérios, como educação, classe social, idade, gênero, nacionalidade e profissão. Ou seja, informações sociodemográficas.

Ainda, é possível usar padrões geográficos, como a localização – se o público-alvo está em área rural, urbana, no litoral ou no interior.

Mas e a persona?

A persona, por outro lado, é criada a partir de dados geográficos e sociodemográficos, que também estão no público-alvo, acrescidos de:

Gostos pessoais
Comportamento frente a preços de serviços e produtos
Qualidade esperada ao adquirir um produto ou serviço

Em termos psicográficos, também são incluídos estes atributos:

Personalidade
Valores morais
Estilo de vida

Para ficar mais fácil compreender, propomos um exemplo de persona:

Ana, mulher de 45 anos, de classe média, brasileira, mora no Rio Grande do Sul, em Pelotas.

É formada em pedagogia e trabalha em uma escola de educação infantil.

Gosta de praticar esportes e desejaria ter mais tempo para isso.

Aos fins de semana, prefere apreciar sua casa com o marido e seus dois filhos adolescentes.

Não tem o hábito de comprar produtos de alto valor agregado, mas às vezes prioriza pagar um pouco mais se observa que o material tem qualidade superior.

Não fica muito mais fácil direcionar determinadas estratégias de marketing digital a partir do detalhamento da vida da Ana, uma pessoa cujo perfil é tido como importante para determinada marca?

Uma vez que é impossível criar táticas que conversem diretamente com todas as mulheres que são alvo da empresa, a Ana as representa. O foco na persona, portanto, faz aumentar as chances de sucesso das estratégias.

Como posso montar uma persona?

Você precisa fazer perguntas sobre seus usuários e depois respondê-las. Se sua marca ainda não tem clientes, avalie o perfil dos seguidores nas redes sociais ou os visitantes do seu site.

Pesquisas de mercado também ajudam a formar as personas, assim como formulários e pesquisas online.

Aqui na Altgrupo, ao pensarmos em personas, priorizamos responder a algumas perguntas cruciais:

Quem não os compradores desta marca?
Por que esse comprador compra o produto ou serviço X? Qual a sua motivação?
Quais os comportamentos e motivações deste comprador?
Quais as expectativas que ele têm diante do produto ou serviço?

Respondidas as perguntas, já se pode partir para o desenvolvimento das estratégias.

Como aplicar a persona em uma estratégia de marketing?

Agora que você já sabe como criar uma persona, tudo vai ficar muito mais claro. Uma persona bem estabelecida pode ser usada para a análise de alguma ação, antes de traça-la.

Por exemplo, ao pensar a criação de uma tática de marketing de conteúdo, você pode propor a elaboração de materiais com base nas palavras-chave mais buscadas pela persona.

“Mas como posso saber isso?”. Simples: o perfil está criado, agora pense com a cabeça deste indivíduo fictício, que representa todo o seu alvo.

A mesma ideia serve para o canal de comunicação e a linguagem empregada. Personas mais jovens pedem escritas informais e adaptada às redes sociais. Em contrapartida, avatares maduros presumem uma comunicação diferente.

Na hora de criar anúncios, ter personas bem estabelecidas é uma facilidade e tanto. Utilize os dados do perfil criado para segmentar o público que será atingido pelas peças publicitárias.

A probabilidade de você acertar precisamente é muito maior! Mas, claro, lembre-se sempre de monitorar.

Uma persona pode, sim, ser modificada com o tempo. A tática “tentativa-erro” é muito presente no marketing digital!

Conclusão

Jamais, nunca, em hipótese alguma, ignore as personas! Sinceramente, nem sabemos como dar o start em boas estratégias digitais sem o estabelecimento de personas – um perfil que representa todo o público-alvo de uma empresa.
Elas são basicamente o ponto de partida.

Mas mesmo assim, entendemos que nem sempre é fácil compreender quando não se está inserido na área. E é por isso, que estamos aqui.

Vamos conversar?

Somos a Altgrupo, parceiros do Google e viciados em resultados.

Ao longo de nossa trajetória, temos orgulho em reunir clientes que saíram do zero no quesito marketing digital e hoje têm expressividade e são referência em seus segmentos.

A Altgrupo pode ser o parceiro estratégico de que você tanto precisava para posicionar sua marca online. Contate-nos: 51 3557 0234.


Análise gratuita da sua
performance digital

Receba uma análise sem custo da performance da suas campanhas
de Google Ads, Facebook Ads, Redes Sociais ou Website.

Recomendaremos ações e sugestões de melhoria.